1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Ovos de páscoa estão 11% mais caros do que em 2020, diz pesquisa

Por Lucas Silva 30 Março 2021 Publicado em Economia
Votao
(0 votos)
Lido 98 vezes

Os ovos de Páscoa estão em média 11% mais caros neste ano, enquanto o preço de bombons e barras de chocolate aumentou 10%, em comparação a 2020. É o que aponta pesquisa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Apesar da alta nos preços, especialistas afirmam que o consumidor goiano não deve abrir mão de consumir os doces, e sim fazer adequações para que as compras caibam no orçamento.

 

O presidente da Associação Goiana dos Supermercados (Agos), Gilberto Soares da Silva,  diz que não houve queda no número de pedidos de chocolates e ovos de páscoa no Estado. “O que a gente viu foi um aumento no preço das marcas consideradas de grife. Com isso, acreditamos que muita gente vai optar por opções mais baratas ou até mesmo comprar as barras para fazer em casa, mas não vão deixar de consumir. A pandemia aumentou esse sentimento de estar em família e os ovos de chocolate são peças chave na celebração da páscoa”, explicou.

 

O economista Bruno Fleury acredita que a tendência é que o consumidor não deixe de adquirir os produtos mesmo com a alta nos preços. No entanto, marcas mais acessíveis e tamanhos menores devem ganhar espaço. Ele ressalta ainda que a demanda por ovos caseiros deve aumentar. “Ovos artesanais devem tomar o lugar dos industrializados, até porque muita gente perdeu emprego e essa pode ser uma boa oportunidade de ganhar um dinheiro extra”, explicou o especialista.

 

 

Fonte: Mais Goiás