1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Prefeito de Cachoeira Alta e prefeita de Caçu aparecem em vídeo aglomerando em festa com sertanejos Gian e Giovani

Por Lucas Silva 07 Junho 2021 Publicado em Região
Votao
(0 votos)
Lido 303 vezes

O prefeito de Cachoeira Alta, Rodrigo Mendonça (PDT), e a prefeita de Caçu, Ana Cláudia Lemos (MDB), aparecem em vídeos aglomerando em uma festa com a dupla sertaneja Gian e Giovani, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Na imagem, compartilhada na rede social de uma médica, é possível ver que as pessoas estavam consumindo bebidas alcoólicas, desrespeitando o distanciamento social e todos sem máscara.

 

A festa aconteceu no sábado (5). Em nota à TV Anhanguera, o prefeito de Cachoeira Alta confirmou que estava presente no evento “em um condomínio fechado na casa de dois médicos renomados de Rio Verde”. A nota diz ainda que havia 25 pessoas na residência e que todos tinham feito testes da Covid-19.

 

Na cidade dos dois prefeitos que aparecem nas imagens aglomerando, o decreto em vigor proíbe aglomerações e a venda de bebidas alcoólicas aos finais de semana. Apesar de aparecer bebidas nos vídeos, o prefeito Rodrigo Mendonça disse que não fez o consumo de álcool, por estar dirigindo no dia.

 

A assessoria de imprensa da dupla Gian e Giovani informou que os sertanejos fizeram uma live na cidade e que, no dia seguinte, participaram de um almoço na residência do contratante, Edgard Neto. Diferente do posicionamento do prefeito, a dupla disse que participaram do evento cerca de 40 pessoas.

 

Os sertanejos esclareceram ainda que a cidade de Rio Verde liberou eventos para até 150 pessoas e que todos os envolvidos, tanto na live quanto no almoço, foram testados para a Covid-19 (veja na íntegra ao final).

 

No entanto, a última nota técnica publicada pelo município, no dia 17 de maio, permite eventos sociais com até 140 pessoas, mas estabelece uma série de regras para evitar a disseminação do coronavírus.

 

Entre as obrigações, está que o acesso ao evento só será permitido com máscaras, sendo proibida a circulação na área comum sem utilizá-las, sendo possível retirá-las apenas para se alimentar, e obrigatoriamente, em suas mesas.

 

Fonte: G1 Goiás