1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE
K2_DISPLAYING_ITEMS_BY_TAG policia

O comerciante Hilário Salvatico e sua esposa Alaci Ragagnin Salvatico, foram sequestrados e mantidos em cárcere privado, nesta quinta-feira (30), em Chapadão do Céu, a cerca de 196 quilômetros de Mineiros. Uma das filhas do casal, uma jovem de 10 anos, também foi levada pelos criminosos. O fato ocorreu por volta das 22h30, na Rua E, Cidade Jardim.  

Segundo informações policiais, uma ligação anônima teria alertado a Polícia Militar (7ª CIPM) de que no interior da garagem do sobrado onde vivem o senhor Hilário e sua família havia uma movimentação estranha de duas pessoas usando capacetes e duas motos paradas em frente ao sobrado do senhor Hilário. A mesma pessoa que efetuou a ligação anônima disse ainda que achou tudo muito estranho e resolveu dar a volta no quarteirão para averiguar direito o que estaria ocorrendo.

Assim que deu a volta, a pessoa acabou se deparando com as motos saindo do local em altíssima velocidade, em direções opostas e com os faróis apagados. Diante dos fatos, os policiais foram à residência verificar o que poderia estar acontecendo. Chegando lá, os policiais encontraram a filha mais velha do casal, uma jovem de 27 anos, já negociando e mantendo contato por telefone com um dos sequestradores.

Segundo a jovem, os meliantes pediam dinheiro para libertar seus familiares e faziam diversas ameaças, dizendo para que a polícia não fosse alertada.  Após a última ligação dos sequestradores à jovem, os policiais verificaram de que havia esgotado todas as hipóteses de negociação ou acordo. A partir daí, os meliantes já não fizeram mais contato.

Força tarefa

Diante da situação, foi organizada uma força tarefa entre policiais militares de Chapadão do Céu para encontrarem as vítimas e os meliantes. A equipe ficou composta pelo tenente Ismael, sargento Saliba e os soldados Hamilton e Roberto, entre outros. Até policiais que estavam de folga participaram da caçada, incluindo o cabo Eurípedes, cabo Denis, soldados Batista e Alady.

O grupo policial realizou patrulhamento em toda a cidade e em estradas vicinais que dão acesso a diversas fazendas. E, durante a procura na GO-302, foi avistado pelos policiais um veículo abandonado, sem ninguém no carro e nas proximidades. Tratava-se de um Ford Fiesta de propriedade da família sequestrada.

Vítimas encontradas

Depois de encontrado o veículo, o patrulhamento foi intensificado na esperança de achar as vítimas. Após diversas buscas, os policiais foram informados através do telefone emergencial, 190, de que o casal e a criança haviam sido encontrados no Setor Quinca. Segundo informações da polícia, as vítimas estavam sujas e aparentemente abatidas. Porém, sem sinais de agressão física.

De acordo com informações das vítimas, elas foram liberadas pelos sequestradores quando eles perceberam a movimentação policial no encalço deles. A polícia não conseguiu capturar os criminosos até o momento.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A Polícia Civil de Goiás decidiu suspender a greve, que completou 49 dias nesta quarta-feira (29). A decisão foi tomada durante assembleia nesta tarde com membros da categoria. O serviço deve ser normalizado ainda nesta quarta. O governo ofereceu reestruturação da carreira e um plano de bônus, que varia de 5% a 20%, dependendo do salário.

A votação a favor da suspensão, segundo o diretor jurídico do Sindicato dos Policiais Civis de Goiás (Sinpol-GO), Rainel Mascarenhas, foi quase que unânime. "Alguns pontos precisam ser apresentados na Assembleia Legislativa sobre readequação de níveis na carreira. A promessa do governo é que vai ficar da maneira que nós queremos, pelo menos nessa parte. É importante visar que optamos pela suspensão e se algum dos pontos acordados forem desrespeitados vamos retomar a greve", declarou Mascarenhas.

Por causa da paralisação, muitos casos ficaram sem ser investigados. Como incêndio na casa da costureira Neuriane Souza dos Santos. A residência, que pegou fogo há aproximadamente um mês, não passou por perícia porque ela não conseguiu registrar a ocorrência na delegacia.

Ainda abalada por causa da perda do filho, uma semana antes do incêndio, ela não sabe quando voltará a trabalhar, já que suas máquinas foram destruídas pelo fogo. “Eu não sei realmente o que sobrou. Quero tirar minhas coisas. Quero recomeçar minha vida. Tenho outro filho que mora comigo, minha nora, e ela [a polícia] não resolve isso para mim. A polícia existe para acolher o cidadão, não para deixar desse jeito”, reclamou a costureira.

Liberação de veículos

Carros roubados que foram recuperados pela polícia também não foram entregues aos donos durante os quase 50 dias de paralisação. Por causa da greve, a retirada do sistema não é realizada e o veículo recuperado continua constando como furtado. Com isso, ele não pode ser devolvido ao dono. Ao todo, são mais de 80 automóveis nessa situação na Delegacia Estadual de Furtos e Roubos de Veículos (DEFRV), em Goiânia.

Atualmente, os agentes e escrivães da Polícia Civil recebem R$ 2.971,95. Eles pediram salário de R$ 7.250. O mesmo aconteceu com os peritos e médicos criminalistas, que recebem R$ 5.714, mas reivindicaram que seja pago R$ 7.428. As propostas anteriormente oferecidas pelo governo não foram aceitas pela categoria.

Fonte: G1 Goiás

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Segurança

O dono de um salão de beleza foi detido suspeito de receptar aparelhos de celulares roubados e revendê-los no estabelecimento, que, segundo a polícia, funcionava como fachada para o negócio ilícito, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás.

O comércio simples até então não levantava suspeitas. Com uma câmera escondida, um policial militar foi até o local e se passou por um cliente interessado em comprar um aparelho celular.

“- Você não tá vendendo celular bom aí não, barato?”
“- Barato? Eu compro e vendo o chip”.

O dono do salão ofereceu, então, um telefone para o policial. No local, o Grupo de Patrulhamento Tático encontrou 10 celulares, chips, baterias e quase 40 carregadores. De acordo com a PM, os produtos eram vendidos sem nota fiscal.

A polícia acredita que o comerciante comprava os celulares de usuários de drogas e aproveitava a movimentação dos clientes para revender os produtos.

“A partir do momento que ele está comprando, o usuário está furtando para vender para ele. Eu creio que agora ele deve encerrar o comércio clandestino de compra de celular furtado”, afirma o sargento Wandelan de Moura.

Os policiais também fizeram buscas nas casas dos suspeitos. O dono do salão e o funcionário dele foram presos em flagrante. Os dois foram levados para a delegacia e liberados. Segundo a polícia, eles vão responder por receptação culposa porque ainda não há provas de que eles sabiam que os celulares eram roubados. A pena para quem compra objeto furtado ou roubado pode chegar a quatro anos de prisão.

Fonte: G1 Goiás

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

 

 

K2_PUBLISHED_IN Polícia

No mínimo curioso é o fato que ocorreu na madrugada desta sexta-feira (24). Por volta das 2h30, uma moradora da Rua 20, na Vila Manoel Abrão acionou a Polícia Militar (7ª CIPM) para averiguarem uma situação em sua casa. A dona de casa disse aos policiais militares, soldados Wenderson e Balbino, que sua máquina de lavar roupas havia sumido.

A partir da denúncia, os policiais saíram em patrulha nas proximidades no encalço do possível larápio. Ao interrogarem algumas pessoas que passavam pela rua, elas informaram que um homem havia passado por elas carregando a tal máquina ‘na cabeça’. Isso mesmo, não é brincadeira não. O homem estava carregando a máquina na cabeça quando os policiais o encontraram.

Com isso, os militares o deteve em flagrante e o encaminhou ao Departamento de Polícia para o esclarecimento do fato. De acordo com informações policiais, o envolvimento da vítima com o autor ainda é desconhecido.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

A 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (7ª CIPM) de Mineiros promove, em parceira com a Terceira Seção do Estado-Maior Geral (PM-3), o Seminário de Segurança Comunitária. O evento começou na noite desta terça-feira (21), e seguirá até quinta-feira (23). O seminário tem por objetivo discutir os problemas e possíveis soluções inerentes à Segurança Pública em nossa cidade.

Clique aqui e veja as fotos do Seminário


Na abertura do Seminário, estiveram presentes representantes do governo local, autoridades policiais, representantes do Corpo de Bombeiros (6ª CIBM), universitários, entre outros. Na oportunidade, a equipe de jornalismo da Rádio Eldorado entrevistou o subchefe da PM-3, major Décio Fernandes de Farias, que esclareceu mais detalhes sobre os objetivos do Seminário.

"Queremos informar a comunidade dos trabalhos que a Polícia Militar (PM) vem fazendo, a alteração que a PM vem promovendo em sua filosofia, na sua maneira de trabalho e também congregar as outras forças da comunidade para atuar junto com PM, promovendo segurança para as pessoas que moram e trabalham na região", declarou o major Décio.

O Seminário de Segurança Comunitária está sendo organizado no Auditório da Câmara Municipal de Mineiros, às 19h, e está aberto à comunidade.

O comandante da 7ª CIPM, capitão Carlos Ailton, falou sobre o que está previsto para o  evento, que conta com diversas palestras em sua programação. “Neste primeiro dia (terça, 21), realizaremos duas palestras proferidas por oficiais da Seção de Planejamento da Instituição. As apresentações consistirão na exposição de assuntos atinentes à filosofia de polícia comunitária. Amanhã (quarta, 22) teremos mais duas palestras, uma referente aos Direitos Humanos, que será ministrada pelo promotor Henrique Golin, e outra referente à formação do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG). Na quinta-feira (23), teremos mais uma palestra, o encerramento e a expedição de certificados aos participantes", descreveu Ailton.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Segurança

A vida não está fácil para David Pereira. O jovem, de 21 anos, levou outro tiro neste domingo (19). Na última terça-feira (14), David havia sido alvejado por um homem chamado Francisco (Clique aqui e saiba mais detalhes).

Desta vez, a tentativa de homicídio ocorreu na 5ª Avenida, por volta das 13h20. Coincidentemente, o disparo acertou o mesmo braço que havia sido alvejado na semana passada, o direito.

De acordo com informações da Polícia Militar (7ª CIPM), David contou que um homem o abordou, em uma moto (Honda Titan vermelha) e cobrou uma dívida antiga de drogas, no valor de R$ 40. David, que é conhecido usuário de drogas, afirmou ao homem que não tinha dinheiro.

Irritado com a negativa, o homem foi até a sua moto (provavelmente para pegar sua arma), voltou e atirou impiedosamente no braço de David. Deu outro tiro, mas acabou errando. Ele fugiu do local posteriormente. O rapaz não informou aos policiais a identidade do atirador.

David foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros (6ª CIBM) e foi encaminhado a uma unidade de saúde de Mineiros. Ainda não há informações sobre o seu estado de saúde.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

De acordo com informações da Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM), dois meliantes teriam assaltado o Posto Boa Vista, por volta das 22h30, desta quinta-feira (17). Atenderam a ocorrência os policiais militares, soldados Wender e José Inácio.

 

Leia também:

Mineiros: Posto Centro-Oeste é assaltado nesta madrugada (24)

 

Segundo informações de três frentistas que trabalhavam no posto no momento do assalto, eles teriam sido rendidos por dois meliantes. Um deles estava em posse de um revólver. Eles teriam efetuado quatro tiros na tentativa de abrir uma porta do posto, mas acabaram não conseguindo.

 

Com isso, os dois assaltantes se contentaram em levar aproximadamente R$ 1 mil, que estavam com os frentistas. Logo após, fugiram do local em uma Honda Titan vermelha (sentido Pavip), e não deixaram rastros. Uma testemunha ainda tentou segui-los, mas acabou sendo despistado e não obteve exito.

Siga-nos no Twitter e no Facebook

TwitterFacebook

K2_PUBLISHED_IN Polícia

David Pereira, um conhecido usuário de drogas em Mineiros, levou um tiro no braço, na tarde da última terça-feira (14), por volta das 17h30. Segundo informações da Polícia Militar de Mineiros (7ªCIPM), o fato teria ocorrido em um barracão abandonado na Rua 15, o qual seria uma suposta “boca de fumo”.

 

Os policiais acreditam que a tentativa de homicídio teria ocorrido após uma desavença entre David e um homem chamado Francisco. Para a sorte de David, Francisco acabou acertando apenas o braço direito, nas proximidades do ombro. Ele teria perdido muito sangue com o ferimento até ser transportado pela ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Hospital Samaritano, mas, de acordo com informações hospitalares, David encontra-se fora de perigo.

 

O disparo foi efetuado com um revolver calibre 22. Os policiais informaram ainda que há suspeita de que o crime teria sido motivado por conta de dívidas de drogas. Francisco teria atirado e fugido do local sem deixar rastros. Posteriormente, os policiais foram até a sua residência e acabaram encontrando mais 36 cartuchos de calibre 22. Até o momento, Francisco encontra-se foragido.

 

Siga-nos no Twitter e no Facebook
TwitterFacebook

 

 

 

K2_PUBLISHED_IN Polícia

Os policiais militares do destacamento de Santa Rita do Araguaia (GO), sargento Lindomar e os soldados Adelim e Paulo, prenderam na tarde de segunda-feira (6), às margens da BR-364, Antônio de Jesus Conceição Filho, de 43 anos, natural do estado da Bahia e Rodrigo Moura dos Santos, 22 anos, alto Araguaia, ambos foragidos da Agência Prisional de Mineiros.

Rodrigo cumpria pena por roubo (Art. 157 CPB) e Antônio por homicídio (121). Eles fugiram juntamente com mais quatro reeducandos no dia 4 de agosto, por volta das 1h30 da madrugada, após serrarem as grades da cela. Rodrigo Moura já foi morador de Santa Rita do Araguaia, portanto já é conhecido dos policiais da cidade, facilitando o reconhecimento do mesmo durante as buscas.

Leia também
Após a fuga de seis detentos da Agência Prisional de Mineiros, mais seis fogem do local

Ação Policial
A Polícia Militar recebeu informações de que dois homens estavam caminhando pela BR-364 sentido Santa Rita do Araguaia, na região conhecida como Sete Placas. Então, os policiais usaram um veículo descaracterizado. A ação possibilitou a aproximação dos militares sem serem identificados pelos foragidos e tornou possível a prisão deles.

“Estávamos cansados e quando vi o carro pensei em pedir uma carona”, justificou Antônio. Os presos foram levados pelos agentes prisionais de volta para a cadeia.

Fonte: 7ª CIPM/soldado Adelim

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros

Segundo informações da Polícia Militar de Mineiros (7ª CIPM), uma jovem de 22 anos teria sido agredida pelo seu ex-amasio na manhã da última segunda-feira (30). O fato aconteceu na Rua 10, Setor Popular, por volta das 11h. Atenderam a ocorrência os policiais militares, soldados Vanderlei e Josimar.

De acordo com informações prestadas pela vítima à 7ª CIPM, ela teria sido agredida após um desentendimento. O homem, que estaria embriagado, teria dado socos e pauladas na jovem. Logo após, não satisfeito, ainda teria ameaçado a mulher com uma faca em punho. Ele disse que voltaria caso a jovem o denunciasse à polícia. Varias pessoas assistiram o fato, mas nada fizeram para ajudar.

A 7ª CIPM informou que o agressor tem passagem pela polícia. Após a violência, ele fugiu do local sem deixar rastros.

Siga-nos no Twitter e no Facebook
Twitter - Facebook

K2_PUBLISHED_IN Mineiros
Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro

Real Pax