1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Em decreto, Papa limita presentes para membros do Vaticano a R$ 260

Por Lucas Silva 30 Abril 2021 Publicado em Mundo
VotaÁ„o
(0 votos)

O Papa Francisco emitiu um novo decreto nesta quinta-feira (29) determinando absoluta transparência econômica e controle para os administradores do Vaticano, incluindo os cardeais. O decreto estipula que essas pessoas não poderão receber presentes que custem mais de 40 euros, cerca de R$ 260.

 

A determinação acontece depois que outra lei papal, de maio do ano passado, endureceu as regras para os contratos de aquisição do Vaticano. A prática entre clérigos de presentearem-se uns aos outros tem sido fonte de vários escândalos na Igreja nos últimos anos.

 

O limite de 40 euros para presentes aplica-se a todos os funcionários do Vaticano de qualquer nível e o resto do decreto para gerentes, sejam clérigos ou leigos.

 

Segundo o decreto, gestores devem divulgar seus bens no momento da nomeação e, a partir de então, a cada dois anos, se foram objeto de investigações financeiras.

 

O decreto também diz que eles não podem usar paraísos fiscais ou possuir imóveis obtidos com recursos de atividades ilegais.

 

Os signatários deverão declarar que não detêm, mesmo por terceiros, investimentos ou participações em empresas listadas como de alto risco para lavagem de dinheiro.

 

Fonte: CNN Brasil

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Enquete Eldorado

Você já baixou o aplicativo da Rádio Eldorado?

J√° baixei - 75%
N√£o sabia - 0%
Vou baixar - 25%
Ainda n√£o - 0%

Total de votos: 4
A votação para esta enqueta já encerrou
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro