1. MENU
  2. CONTEUDO
  3. RODAPE

Onda de calor: demanda por energia bate recorde histórico em Goiás; saiba como economizar

Por Lucas Silva 16 Novembro 2023 Publicado em Estado
Votao
(0 votos)

Com a onda de calor atípica que prevalece no estado no mês de novembro, o consumo de energia bateu recorde histórico. Com as altas temperaturas, aparelhos como ventiladores e ar condicionados passam a ficarem ligados por mais tempo, o que aumenta traz um aumento significante no momento de pagar a fatura. Confira as dicas de como economizar durante a onda de calor.

 

Segundo a Equatorial, no último mês de outubro Goiás bateu recorde por instalação, registrando 225 kw/h. O número superou até mesmo o mês de outubro de 2020, durante a pandemia, quando o país vivia o isolamento social.

 

Segundo o executivo de faturamento da empresa, o crescimento em outubro representa um aumento de 18% em relação a outubro de 2022. A companhia energética ainda ressaltou que o aumento do consumo, causado pela condição climática adversa, provoca desarmes nos dijuntores de prédios, condomínios e residências.

 

Como economizar

 

O uso de equipamentos como ar condicionado e ventilador se torna frequente durante ondas de calor. Os refrigeradores consomem naturalmente mais energia, já que os compressores precisam ser acionados como mais frequência para manter a temperatura desejada. Por isso, é necessário atenção para que não os consumidores não sejam surpreendidos no momento de pagar a conta de consumo de energia.

 

Especialistas alertam que para ter a economia desejada, os consumidores precisam adotar novos hábitos de consumo. Reduzir a temperatura do chuveiro, abrir a geladeira apenas quando necessário e evitar o uso de micro-ondas para o descongelamento de alimentos são medidas simples que podem trazer um impacto benéfico nas contas.

 

Instalações com fios antigos causam desperdício de energia e podem até provocar incêndios, o que requer também a atenção do consumidor. Confira abaixo as dicas listadas pela Equatorial para a economia durante o calor.

 

Ar condicionado

  • Ao adquirir novos equipamentos, escolha os modelos mais econômicos, com selo Procel de eficiência energética com classificação A, a mais econômica.
  • Evite entrada de sol no ambiente refrigerado e instale a unidade externa do aparelho (condensadora) em local com boa circulação de ar.
  • Ajuste a temperatura para 23°C ou mais. As temperaturas mais baixas podem não ser alcançadas e fazer o aparelho trabalhar o tempo todo em potência máxima.
  • Mantenha os filtros de ar limpos, bem como as grades de troca de calor da unidade externa (condensadora).
  • Compre o equipamento com potência adequada ao tamanho do ambiente onde pretende instalá-lo.
  • Um aparelho do tipo split, com potência entre 10.000 e 15.000 BTU’s, usado 8 horas por dia, consome em média 194 kWh no mês, que pode corresponder a mais de R$ 160,00 na conta de energia. Em períodos de condições extremas, como agora, o impacto na conta de energia pode ser bem maior.

 

Geladeiras, freezers, adegas e cervejeiras

 

 

  • Faça revisões periódicas, com profissionais capacitados, das borrachas de isolamento das portas e sensores de temperatura, para evitar consumo excessivo.
  • Organize os alimentos para que você possa encontrar o que você precisa rapidamente.
  • Evite abrir os equipamentos com frequência, pois o ar quente exige mais energia para resfriar e atingir novamente a temperatura ajustada.
  • Não utilize a parte de trás para secar objetos.
  • Degele e limpe a geladeira com frequência.
  • Não forre as prateleiras, isso dificulta a circulação interna do ar.
  • Instale o aparelho em um local bem ventilado, longe do fogão, aquecedor e áreas expostas ao sol.
  • Limpe a grade traseira da geladeira periodicamente. A gordura e sujeira que acumula nessa grade dificulta a troca de temperatura e provoca maior gasto de energia. Faça a limpeza com o equipamento desligado da energia e seguindo as orientações do fabricante.

 

 

 

Chuveiro elétrico

 

 

 

  • Feche a torneira para se ensaboar.
  • Tome banhos rápidos e, se possível, com a chave de temperatura na posição "verão", o que pode reduzir o consumo em até 30%.
  • Compre sempre chuveiros de menor potência, preferencialmente até 4.000 Watts, que consomem menos.
  • Limpe com frequência os orifícios de saída de água. Se não estiverem limpos, haverá menos água e o chuveiro terá que ficar mais tempo ligado.

G1 Goiás

Instagram Radio EldoradoTwitter Radio Eldorado

 

Enquete Eldorado

Você já baixou o aplicativo da Rádio Eldorado?

Já baixei - 75%
Não sabia - 0%
Vou baixar - 25%
Ainda não - 0%

Total de votos: 4
A votação para esta enqueta já encerrou
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro
Parceiro